A Exposição Invisível

Culturgest, Lisboa

FlexoTan é uma obra que faz referência direta a 2 obras da história da arte, de Dennis Openheim – Echo, 1973, 4 projecções de uma mão que percute uma parede – e de Christian Marclay – Crossfire, 2007, também quatro projeções de personagens que disparam armas de fogo.
Na instalação de Pedro Tudela, o som que se repercute nas paredes é uma justaposição entre disparos de armas de fogo e uma pancada com a mão na parede, unificada na montagem, mas duplicada pelo eco que reverbera no som devolvido pelas paredes.

Delfim Sardo (Curador da exposição. A EXPOSIÇÃO INVISÍVEL - UMA VIAGEM SONORA PELO SÉC. XX)

ARTISTAS APRESENTADOS:
Luisa Cunha, Luigi Russolo, Raoul Hausmann, Filippo Tommaso Marinetti, Kurt Schwitters, On Kawara, Ceal Floyer, Julião Sarmento, Pedro Tudela, Rodney Graham, Laura Belém, Maria Thereza Alves+Jimmie Durham, Joan Jonas, Joseph Beuys, Tacita Dean, Gonçalo Barreiros, Juan Muñoz, Bruce Nauman, Ricardo Jacinto, Michael Snow, António Dias, James Lee Byars, Robert Barry, Jonathan Saldanha

fotos: ©Vera Marmelo

A Exposição Invisível
A Exposição Invisível
A Exposição Invisível
A Exposição Invisível
A Exposição Invisível
A Exposição Invisível