nat~eilétrica

Encontros da Primavera 2023
Artistic Residency
Residência Artística

nat~eilétrica

The interaction between natural elements, such as the unaltered sounds of nature, and the presence of the Picote dam (or electrical resources), like the old electricity pole, can represent a fusion between two seemingly distinct domains. This relationship can be explored both in sensory terms, through the combination of natural sounds and sounds created by electricity, and metaphorically, reflecting on the coexistence and interdependence between nature and technology.
By addressing the relationship between nature and electricity, we engage in an artistic dialogue that harkens back to the Romantic and Impressionist movements, in which artists like Turner or Monet explored the interaction between natural and artificial light in their works. Electricity, in this context, can be seen as an extension of light, introducing new aesthetic and conceptual possibilities.
This "nat~eilétrica" can be understood within the field of sound ecology and contemporary sound art, where relationships between sound, space, and environment are explored using both field recordings and appropriate objects of natural origin to highlight the excellence and fragility of natural ecosystems. In this sound/relational installation, the role of technology in our perception of nature is discussed.
The choice of the old electricity pole as the central element of the installation can be interpreted in light of the tradition of the ready-made and direct appropriation. I am interested in subverting the original function and position of the pole to highlight its essence and symbolic connotations in a new context corresponding to origin, place, and land.
The inclusion of elements from Mirandese culture, such as the bagpipe, aims to address broader concerns about the preservation of cultural identity and traditional modes of behavior in the face of global modernization.
By considering the "nat~eilétrica" project within these broader artistic and rational arguments, we can appreciate the intimacy and complexity of the result, which not only dialogues with past traditions but also sheds light on urgent issues related to nature, culture, and technology today.


A interação entre elementos naturais, como os sons inalterados da natureza, e a presença da barragem de Picote (ou recursos elétricos), como o antigo poste de eletricidade, pode representar uma fusão entre dois domínios aparentemente distintos. Essa relação pode ser explorada tanto em termos sensoriais, através da combinação de sons naturais e os sons criados pela eletricidade, como de forma metafórica, refletindo sobre a coexistência e interdependência entre a natureza e a tecnologia.
Ao abordar a relação entre natureza e eletricidade, inserimos um diálogo artístico que remonta aos movimentos romântico e impressionista, nos quais artistas como Turner ou Monet exploraram, nas suas obras, a interação entre luz natural e artificial. A eletricidade, neste contexto, pode ser vista como uma extensão da luz, introduzindo novas possibilidades estéticas e conceptuais.
Este "nat~eilétrica" pode ser compreendido dentro do campo da ecologia sonora e da arte sonora contemporânea, onde são exploradas as relações entre som, espaço e ambiente, utilizando tanto gravações de campo como objetos apropriados de origem natural, para destacar a excelência e a fragilidade dos ecossistemas naturais. Nesta instalação sonora/relacional, discute-se o papel da tecnologia na nossa perceção da natureza.
A escolha do antigo poste de eletricidade como elemento central da instalação pode ser interpretada à luz da tradição do ready-made e da apropriação direta. Interessa-me subverter a função e a posição original do poste para destacar sua essência e suas conotações simbólicas num novo contexto de correspondência com a origem, o lugar e a terra.
A inclusão de elementos da cultura Mirandesa, como a gaita de foles, visa abordar uma preocupação mais ampla com a preservação da identidade cultural e dos modos de comportamento tradicionais diante da modernização global.
Ao considerar o projeto "nat~eilétrica" dentro desses argumentos artísticos e racionais mais amplos, podemos apreciar a intimidade e a complexidade do resultado, que não dialoga apenas com as tradições passadas, mas também lança luz sobre questões urgentes, relacionadas com a natureza, cultura e tecnologia na atualidade.

Picote, June/Junho 2023

Thank you/obrigado:
Patrícia Geraldes, Frauga people, and everyone who made this work in Picote possible

nat~eilétrica sound work: https://soundcloud.com/ptudela/nateiletrica

nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica
nat~eilétrica